Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Gigantes da Indústria Farmacêutica aterrissam no Brasil

 

Diante da relevância por pesquisas em saúde, biotecnologia e desenvolvimento de vacinas, o mercado brasileiro têm chamado atenção, como um atrativo mercado em expansão, para investimentos de capital estrangeiro. Recentemente, duas gigantes asiáticas da área da saúde, desembarcaram e fixaram seus pilares no Brasil, a Xamano Biotech, líder na distribuição de vacinas, medicamentos, equipamentos e produtos para a saúde, e a MedVaccA Medical, gestora de fundos de investimento para a área de biotecnologia.

 

Ambas vão atuar em conjunto, ampliando o mercado de biotecnologia e saúde na América Latina. A atuação das companhias já conta com sedes em São Paulo, Brasília, Joinville e, em breve, a instalação de uma unidade fabril, no estado de Goiás. “Estamos em via de finalizar a aquisição de uma indústria de médio porte no estado de Goiás, com o objetivo de, inicialmente, nacionalizar nossas vacinas e medicamentos. Esta negociação se iniciou a alguns meses, passamos por todas as tratativas jurídicas e contábeis necessárias e estamos prontos para concluir o processo de aquisição”, afirmou Paulo Medeiro, CEO da Xamano no Brasil.

 

“Além disso, concluímos a instalação de uma distribuidora de produtos para a saúde na cidade de Joinville, em Santa Catarina, próxima ao Porto de Itajaí, que já utilizamos para a importação de equipamentos e material para a saúde”, completou Medeiro. A Xamano Biotech, responsável pelas marcas do grupo na América Latina, possui unidades de manufatura, desenvolvimento e pesquisas na área da saúde, na Ásia, Europa, Estados Unidos e Canadá.

 

Uma das marcas que a Xamano está trazendo para o Brasil é a Stemirna Therapeutics, empresa chinesa, líder em biotecnologia, especialmente no desenvolvimento de vacinas de RNA mensageiro (mRNA), para o tratamento de doenças infecciosas e imuno-oncológicas.

 

Em julho deste ano, a Xamano e a Stemirna estiveram reunidas com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apresentando uma de suas vacinas de mRNA para a prevenção da COVID-19. Em estudos previamente realizados, a vacina (SW-BIC-213) produzida pela Stemirna demonstrou excelente segurança, eficácia e qualidade, principalmente em relação às novas variantes.

 

O estudo clínico com a vacina no Brasil deve se iniciar ainda este ano – em parceria com instituições de saúde e ensino brasileiras -, já selecionadas. Liu Shengya, CEO da Xamano Internacional, considerou importante esse novo passo da companhia, ”Estamos extremamente otimistas com o sucesso do ensaio clínico no Brasil. Nosso foco é que estes resultados sejam relevantes à ciência brasileira”