Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

“É um projeto que merece ser levado adiante”, diz Ibaneis sobre as escolas cívico-militares

Da redação do conectadoaopoder.com.br

O governador continua trabalhando pela ampliação do modelo

O secretário executivo da Secretaria de Educação do DF, Denilson Bento da Costa, declarou, em janeiro, que a introdução do modelo de escolas cívico-militares, aplicada em algumas unidades, estava sendo “uma experiência muito válida”.

Essa opinião continua atual, mas dessa vez vinda pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), que diz que “a avaliação é muito positiva, todas as escolas têm funcionado muito bem, com o nível de segurança bastante elevado, além da satisfação dos pais que é muito grande”

O objetivo do governador era implementar 40 escolas neste modelo, mas a pandemia impediu, contudo, Ibaneis não deixa de trabalhar para isso. “É uma pena que com esses dois anos de pandemia nós não conseguimos chegar ainda ao número que eu pretendia, que era de 40 escolas, mas a gente continua nesse projeto de expansão das escolas cívico-militares”, relatou.

Embora seja uma aplicação que está tendo resultado positivo, o chefe do executivo local não quer que seja um modelo único, mas sim algo muito além da unicidade. “Não é para ser um modelo único de escola, mas sim um modelo para ser seguido pelas outras escolas do DF, pois a gente tem muito a aprender do ponto de vista da disciplina, é um projeto que merece ser levado adiante”, pontuou.