Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

De saúde a segurança, Ibaneis cumpriu promessas de campanha

Da redação do doaaquemdoer.com.br

Pandemia não foi motivo para ser ineficaz

Quando em campanha, e ao assumir o Governo do Distrito Federal (GDF), Ibaneis Rocha (MDB) jamais imaginou passar por uma situação de pandemia, o que fez com que ele tomasse medidas, que não estavam em seu planejamento de governo, mas priorizou a saúde e a vida de toda a população.

No entanto, mesmo com a crise na saúde, o governador trabalhou muito e expandiu o DF de ponta a ponta, fazendo muito mais do que governos passados que não pegaram algo nem próximo de pandemia.

No contexto da saúde, durante o processo de campanha, em 2018, Ibaneis disse que o “Distrito Federal está na UTI”. De acordo com o emedebista, ele iria desafogar as demandas dos hospitais, pois iria reativar UPAs, reabrir os leitos de UTI e as salas de cirurgia, além de contratar médicos e outros profissionais da saúde.

Assim foi feito, porque, além de reativar as UPAS, criou novas sete, expandiu hospitais, o que para o momento, com muitos casos de Covid-19, foi uma ajuda.

Na área do social, o governador afirmou que teria maior atenção com os Restaurantes Comunitários, tendo em vista que na gestão de Rollembeg (PSB) as refeições eram servidas ao preço de R$ 3 e Ibaneis viu esse absurdo e reduziu para R$ 1, além de acrescentar o café da manhã em algumas unidades ao preço de R$ 0,50.

No foco da segurança, era promessa reabrir todas as delegacias por 24h, além de colocar mais força de trabalho nas corporações. Desse modo ocorreu, reabriu as delegacias e sempre vem anunciando novos concursos para as forças de segurança e, consequentemente, convocando.

Mais uma vez, fica escrito que a pandemia da Covid-19 não fez com que Ibaneis Rocha deixasse de fazer um bom trabalho para melhorar o dia a dia da população.