Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

APÓS 24 ANOS DE ABANDONO | Piscina com Ondas vai ganhar reforma e se transformar num complexo aquático

Um dos equipamentos públicos mais icônicos e populares do Parque da Cidade Sarah Kubitschek nos anos 80 e 90, a Piscina com Ondas vai passar por uma reforma e se transformar num complexo aquático. O governo do Distrito Federal (GDF) vai licitar neste mês o projeto de reforma do local.

O projeto prevê que além da piscina com ondas o novo complexo aquático tenha um rio lento – formado por correnteza de águas tranquilas, com os visitantes passeando em boias – e espaço para crianças com tobogã.

A obra será executada em três fases, sendo que a primeira abrange a recuperação, propriamente dita, da piscina.

“Já começamos o ano com boas notícias”, comemora a secretária de Esporte e Lazer do DF, Giselle Ferreira. “O que é importante ressaltar é que é um projeto muito bem fundamentado e a empresa contratada para fazer essa parte tem muita experiência no ramo, o que dá mais segurança para o processo de licitação e execução”.

“O Parque da Cidade se mistura com a história de Brasília, do DF, faz parte das lembranças de muitas pessoas; e, a pedido do governador Ibaneis, estamos trazendo de volta para a população seus espaços de recreação”, Giselle Ferreira, secretária de Esporte e Lazer

A empresa escolhida para fazer o trabalho terá 120 dias para concluir essa etapa inicial, que conta com investimento de R$ 8 milhões, de emenda parlamentar da distrital Celina Leão. O valor total do investimento é de R$ 22 milhões. “O restante do recurso será captado à medida que a obra avançar para as demais etapas. Nossa meta é focar nessa primeira parte que já tem recursos”, esclarece a secretária.

Localizado no estacionamento 7 do Parque da Cidade, a área da antiga Piscina com Ondas sofrerá uma mudança radical em sua paisagem. Quem frequentou o espaço de lazer, um dos mais queridos e populares do DF, vai perceber a mudança estrutural no local. Serão 30 metros quadrados de extensão.

O projeto que será licitado agora em janeiro apresenta planejamentos arquitetônico, de engenharia, topográfico e hidráulico para a reforma do local. Em um segundo momento, será construída a passagem que abrigará uma correnteza de águas brandas conhecida como rio lento.

A área de rio lento terá correnteza de águas tranquilas, e os visitantes poderão passear com boias

Uma terceira e última fase será dedicada à criação de área para as crianças. A expectativa é que a nova Piscina com Ondas do Parque da Cidade e expansão sejam entregues à população ainda este ano. Um modelo de gestão administrativo do espaço está sendo estudado.

Fonte: Expressão Brasiliense